O Assunto Mais Comentado da Semana

Bom dia, tudo bem?

Como foi sua semana? A minha foi muito cansativa e corrida mas mesmo assim encontrei um tempo para escrever para você!

Recebi essa semana um artigo publicado no jornal Estadão que uma aluna muito querida enviou no grupo do meu estúdio.

A repercussão foi enorme pelo fato de todos os alunos no grupo concordarem.

Você leu a crônica? Dá uma lida, é muito legal, bem escrito, sincero e muito engraçado.

http://vida-estilo.estadao.com.br/blogs/xavecos-e-milongas/o-pilates-da-vida/

Algumas passagens me chamaram muita atenção principalmente pelo fato de serem escritas por um aluno afinal, é uma opinião verdadeira, sincera e de grande valor para nós: é nosso maior referencial.

“A sua fisioterapeuta pessoal tem que ser do bem, tem que combinar com você. Ou a coisa não caminha. Explico: a moça vai ficar mandando fazer exercícios e respirações, tudo muito complexo e sofrido. Se não bater o santo, na segunda acrobacia você parte pro estrangulamento. Então, Pilates é igual casamento: você tem que achar a parceira ideal – e aí fica mais fácil enfrentar as dores do cotidiano.”

Nem todo mundo “gosta” de fazer Pilates mas faz porque precisa. Então, nessa nossa caminhada junto com o aluno temos que fazer a coisa fluir, ser agradável, tem que ter uma parceria senão, ele vai se separar de você…

Isso é muito importante porque relacionamento bom é uma das coisas que mais fideliza um aluno. Você sabe se relacionar bem com seus alunos?

Você concorda? Me responda SIM ou NÃO e me conte sua opinião.

Nas próximas semanas vamos começar a debater sobre o tema que mais recebo dúvidas: FIDELIZAÇÃO e RETENÇÃO de alunos.

Não deixe de acompanhar porque vai ser muito legal… Imagine você acabando de vez com esse problema, com seu estúdio cheio…

Não deixe de acompanhar nosso grupo no Facebook:

https://www.facebook.com/groups/1117688001585691/

E também minha Fanpage no Facebook:

http://www.facebook.com/LuRamosFisio
Sucesso sempre e até a próxima semana!

Luciana Ramos

Anúncios

Seja Diferente Parte II

Continuando ao assunto do post passado, hoje vamos finalizar com as 3 perguntas restantes rumo à diferenciação.

Lembrando que quanto mais SIM você tiver, mais comum é o seu posicionamento e você precisa trabalhar para melhorar.

Ao final, não deixe de ler o post “Seja Diferente” e fazer uma reflexão completa sobre sua postura e o que precisa mudar para melhorar.

Vamos lá:

4- Sinto que sou um seguidor e não um líder?
O líder tem a visão do que vai acontecer no futuro, ele tem a visão das tendências e para onde o mercado está indo, ele se ajusta para isso.
Seguidores vêem o que os líderes fazem e tentam copiar com uma versão inferior, incompleta.
Você cria um serviço diferente que agrega valor ao mercado?
E se me copiarem?
Faz parte. Líderes sabem que vão ser copiados, mal falados, criticados mas faz parte do papel de ser líder.
Você não precisa ser a maior empresa do mercado para agir como líder.
Você pode criar serviços, promoções com o objetivo de tornar a vida das pessoas muito melhores.
Você tem um contato tão próximo do cliente e você sabe como pode ajudá-lo.
Isso é ser empresa líder, empresa que cria, que inova.

5- As pessoas vêem o meu estúdio como um estúdio comum?
Como descobrir isso?
Isso acontece quando o aluno não conhece muito você, ele só conhece o serviço que você vende, só conhece o Pilates, não conhece o Pilates no seu estudio.
Você precisa trabalhar melhor sua imagem e comunicação.

6- O cliente quer o que eu tenho mais do que ele me quer?
O cliente quer comprar você somente pelo seu produto (quer fazer pilates) e não por quem você é (Pilates no estúdio da Luciana)?
O cliente tem que comprar você, ele tem que querer fazer Pilates no estúdio da Luciana e não querer fazer Pilates.
Se ele comprar o produto, ele não vai se importar de fazer Pilates em qualquer lugar porque ele comprou o produto e não quem vende o serviço.
Ele não sabe sua história, de onde você veio, que tem uma marca por trás do seu estúdio.

Você tem que fazer o cliente se apaixonar por você!

Essas são as 3 perguntas restantes que eu te prometi. Não deixe de fazer sua reflexão afinal o sua evolução só depende de você!

Até a próxima!!!

Seja diferente!

Ultimamente tenho falado sobre ser comum e o poder que ser DIFERENTE tem sobre o sucesso do seu negócio.

Como eu sei se sou comum? Como eu sei aquilo que me torna diferente?

Aprendi 6 maneiras para saber como você é visto pelos seus clientes e isso afeta diretamente o seu posicionamento e o tipo de serviço que você pode vender e o quanto você pode cobrar.

Se o seu posicionamento for comum, as chances do seu negócio decolar são muito menores. Você precisa se diferenciar.

Irei fazer 6 perguntas e você vai responder SIM ou NÃO. Quanto mais SIM você tiver, mais comum é o seu posicionamento e você precisa trabalhar para melhorar.

1- Sou facilmente comparado a outros concorrentes?
Quando você oferece o serviço, a pessoa tem na mente dela vários outros estúdios que podem oferecer a mesma coisa? Oferece o mesmo preço? Mais barato?
Dependendo do quão único você vende ou de como você vende isso, você torna mais difícil esse cliente encontrar outros estúdios que vendam a mesma coisa e que vendam do mesmo jeito.

2- Sinto dificuldade em aumentar meus preços?
Toda vez que você anuncia que vai aumentar o preço, o cliente chora, diz que não dá?
Se as pessoas estão com você pelo seu produto e não por quem você é, elas provavelmente estão com você por causa do seu preço e esse é o pior posicionamento.
Como descobrir se meus alunos estão comigo pelo preço? Reajustando o preço!
Se ao reajustar o preço, o aluno vir até você e conversar, explicando que está passando por um momento de dificuldade, é um posicionamento diferente. Se ele pedir para dar 1 mês para se organizar melhor, não quer parar o Pilates com você, é diferente.
Mas toda vez que você faz um reajuste, o aluno ameaça deixar o estúdio, ele não está com você por quem você é e sim pelo seu preço.

3- Sinto dificuldade para explicar porque o aluno deve fazer Pilates no meu estúdio e não no estúdio dos meus concorrentes?
O seu marketing deve fazer esse trabalho, ele deve vender os seus diferenciais e não na hora de fechar a venda.
Quando a pessoa chega no seu estúdio, ela já deve ter entendido o seu diferencial, ela já comprou a ideia de fazer Pilates com você.
Se isso não tiver acontecendo, o seu marketing está ruim.
Como você vai identificar isso?
Na hora da venda, a pessoa não tem muito claro na cabeça dela porque está comprando de você.
Como você se compara com seus concorrentes? Quais são os diferenciais que tornam você e seu estúdio único e quem tornam você desejado?

Responda e analise essas 3 perguntas iniciais que no próximo post finalizo com as 3 restantes!

Você também pode falar comigo pelo grupo no facebook:

https://www.facebook.com/groups/1117688001585691/

E também na minha FanPage no facebook: www.facebook.com/LuRamosFisio

Sucesso sempre,

Luciana Ramos

Você é maior do que a crise!

Olá!

Tudo bem com você?

Quero te fazer uma pergunta: você já pensou se recebesse uma ótima oportunidade de abertura de um estúdio de Pilates ou de expansão do seu estúdio de Pilates e não tivesse preparado para ela, o que você faria?

Deixaria passar em branco, perderia? Ou iria agarrar essa oportunidade?

Eu costumo dizer que bom negócio é saber identificar uma boa oportunidade e estar preparado para ela.

O que eu quero te dizer hoje é que a frase acima funciona como uma equação. As oportunidades são coisas da vida que nós não controlamos porém a preparação sim!

Não adianta aparecer uma boa oportunidade e você não estar preparado para ela. As chances do negócio darem certo vão ser muito menores. É muito mais arriscado.

Mas, o lado bom é que mesmo você não estando preparado, você pode se preparar, ainda dá tempo.

Se você quer, está planejando abrir, manter ou ampliar seu estúdio, o ideal é que você esteja sempre estudando, aprendendo e se reciclando com novos conteúdos e estratégias.

Recentemente, li em uma matéria uma coisa que me deixou muito intrigada. Estudos feitos apontaram que a razão para o fracasso de um negócio está na falta de planejamento, mais importante e decisivo do que fatores extrínsecos, como economia estagnada.

Como eu disse lá em cima, os fatores extrínsecos nós não podemos controlar, como o atual momento financeiro de nosso país, mas a preparação/planejamento nós podemos sim.

Os últimos dados da economia, apontam que o fundo do poço da nossa crise já foi atingido e que há sinais de uma melhora econômica como a redução do desemprego.

Se a crise já chegou ao fim? Ainda não sabemos mas os economistas apontam que voltaremos a crescer ainda nesse segundo semestre.

Quem estiver preparado para o retorno desse cenário, vai largar na frente e nem o Usain Bolt vai conseguir tirar essa vantagem rsrs

E aí eu te pergunto: você vai usar a crise como desculpa ou prefere se concentrar, focar em estudar, se planejar e aprender?

Você agora já sabe o que é mais importante para o seu negócio ter mais sucesso e o melhor de tudo, só depende exclusivamente de você!

“O seu destino está em suas mãos e cabe a você escrever a sua própria história.”

Você tem interesse em se planejar melhor, estar sempre preparado e  aprender mais?

Você pode falar comigo pelo grupo no facebook:

https://www.facebook.com/groups/1117688001585691/

E também na minha FanPage no facebook: www.facebook.com/LuRamosFisio

Até semana que vem e escreva sua própria história, assim como eu fiz com a minha 😉

Sucesso sempre,

Luciana Ramos