Treinamento Online e Gratuito

Olá, tudo bem com você?

Eu sou a Luciana Ramos, Fisioterapeuta e Empreendedora e eu ajudo profissionais que trabalham com Pilates e Fisioterapia a se desenvolverem profissionalmente.

Eu quero te convidar para uma oportunidade incrível.

Dia 2 de Maio (terça-feira), a partir das 21h, começa o meu Treinamento Online Gratuito!

Este será um treinamento de 5 aulas, todas elas Online e Gratuitas.

QUER GARANTIR SUA VAGA? ENTÃO CADASTRE-SE CLICANDO NO LINK ABAIXO:

treinamento.luramos.com

Post Anúncio

Nesse treinamento, você aprenderá técnicas para o seu desenvolvimento profissional e consequentemente o crescimento do seu negócio.

É perfeito para quem já tem um estúdio de pilates ou clínica de fisioterapia e quer ter mais pacientes, mantê-los fidelizados e se destacar da crescente concorrência.

E, também, para quem quer abrir o seu próprio estúdio de pilates ou clínica, permitindo que você comece da forma certa, aumentando suas chances de sucesso.

ATENÇÃO: AS VAGAS PARA PARTICIPAR DESTE TREINAMENTO SERÃO LIMITADAS!

O treinamento é todo online, gratuito e você poderá assistir da sua casa.

Se você precisa de ajuda para aumentar seu número de pacientes e se diferenciar da concorrência, então você precisa participar desse treinamento.

As aulas estarão disponíveis somente no dia e horário agendado.

Faça já sua inscrição e nos vemos no Treinamento!

Com carinho,

Luciana Ramos

Anúncios

10 perguntas chave ;)

Olá, tudo bem?

Hoje vamos dar continuidade ao tema que iniciamos semana passada. Encerramos o post com duas perguntas que eram as seguintes:

1- Você conhece seu público-alvo?
2- Como você faz ou tenta conhecer seu público-alvo ou as pessoas que de alguma forma chegam até seu estúdio?

Muitas pessoas participaram e gostaria de agradecer mais uma vez o empenho que vejo cada vez maior no grupo VIP de aprender coisas novas.

Para se cadastrar no grupo VIP, clique abaixo:

5

Bom, não sei se eu me expressei mal na pergunta 2 ou se foi interpretada de uma maneira diferente mas vi que as respostas para ela não atenderam o que eu tinha pensado para continuarmos a discussão.

Mas, vamos assim mesmo rsrs

Quando eu perguntei “Como você faz ou tenta conhecer seu público-alvo” eu quis perguntar como você faz para conhecer essas pessoas que chegam até você, tipo: quem são, idade, sexo, perfil profissional, interesses, etc.

Muita gente me respondeu como se fosse “de onde essas pessoas estão vindo” tipo: indicação de amigo, médico, divulgação. Isso é importantíssimo mas nesse momento as informações lá de cima vão nos ajudar primeiro e vou explicar agora o porquê.

Para fazermos um trabalho de marketing e divulgação eficiente, primeiro devemos conhecer quem vai comprar o nosso serviço.

Então, você deve trabalhar com uma ficha de cadastro e ela deve conter algumas informações específicas que vão ajudar a traçar a estatística das pessoas que chegam até seu estúdio. Anota aí:

1- Nome
2- Data de nascimento (Saber a faixa etária do seu público: público mais jovem, adulto ou idoso?)
3- Sexo (Maioria de homens ou mulheres?)
4- Profissão
5- Endereço comercial (As pessoas trabalham perto do seu estúdio?)
6- Endereço residencial (Ou moram perto?)
7- Já fez pilates antes (Como foi a experiência anterior? Gostou? Do que não gostou?)
8- Porque procurou o Pilates (Qual foi a maior motivação ao tomar essa escolha?)
9- Experiências anteriores com atividades físicas (Frustrações, expectativas, desejos, necessidades)
10- Como conheceu o estúdio (Indicação, propaganda)

Considero essas as 10 perguntas chave para você conhecer o perfil das pessoas que chegam até seu estúdio.

Com elas, você tem várias informações que vão guiar algumas práticas e técnicas de atendimento, vendas e rotinas do seu estúdio.

Você consegue identificar o que o seu público-alvo valoriza, porque ele decidiu fazer pilates e porque no seu estúdio, se ele está propenso a pagar um preço mais elevado por um serviço diferenciado e muitas outras coisas.

Baseado nisso, você tem um direcionamento sobre o quê deve focar na sua divulgação.

Até semana que vem com mais dicas e conteúdo feito especialmente para você!!!

Com carinho,

Luciana Ramos

Comece por você…

Olá, tudo bem?

Hoje vamos conversar sobre um tema que foi escolhido pelo grupo Vip para discutirmos, você teria um palpite?

Se você quiser participar do grupo Vip, cadastre seu e-mail abaixo:

5

O tema escolhido foi: “Fazer o cliente valorizar seu trabalho e não pedir descontos”

Isso aí enlouquece a gente né?

No último webnário falei sobre isso, é um tema que sempre abordo pela grande importância dele. Eu acredito muito que a gente só consegue se destacar profissionalmente quando nós e consequentemente nosso cliente passa a ver valor no nosso trabalho. Eu falo demaisssssssss sobre isso no meu Treinamento, demais mexxxxmo.

E como que eu faço para o cliente valorizar meu trabalho Luciana?

Bom, para isso tem váááárias técnicas e é um trabalho constante que você deve fazer na sua rotina profissional.

Mas por onde começar?

Comece por você! Primeira coisa: cliente nenhum vai te valorizar se você não se valorizar.

Então, o  primeiro passo para valorizar seu trabalho e os clientes pararem de pedir descontos é você enxergar valor no seu trabalho. Mas para isso, você tem que se dedicar bastante. Você tem que começar a investir na sua imagem, na sua comunicação, na forma como você fala, no seu jeito de se comportar perante o seu cliente.

Tudo isso pode influenciar de forma positiva ou negativa.

Às vezes a sua postura e comunicação passam uma imagem de insegurança tanto como pessoa como profissional e o cliente percebendo essa “fragilidade” te pede desconto porque ele quer reduzir o risco dele.

Então, a primeira mudança tem que acontecer dentro de você! Trabalhe melhor sua confiança, imagem, comunicação, atitude, postura.

Isso aumenta a sua valorização e credibilidade como profissional. Quando você passa credibilidade, e para isso existem várias formas, os clientes param de te pedir descontos.

Se você acha que está ok nesses pontos, peça para um amigo ir até o seu trabalho, venda o seu serviço para ele e peça para ele te avaliar. Às vezes achamos que estamos acertando mas nem sempre o que dizemos e como fazemos é a maneira mais adequada     #ficaadica

Semana que vem vou te dar outra dica, uma dica muito importante para você aplicar no seu estúdio aumentando a valorização, principalmente no marketing do seu estúdio. Não percam!!!!

Com carinho,

Luciana Ramos

Reforma da Previdência

Olá, tudo bem?

Eu queria agradecer a todos pelos muitos e-mails que recebi do grupo Vip com elogios e com dúvidas sobre o tema que tratamos na semana passada (notas, recibos e imposto de renda).

Para receber meus conteúdos em primeira mão, cadastre-se clicando abaixo:

1

Isso me fez ter a certeza de que essa dúvida não foi só minha um dia e poder ajudar outras pessoas, que como eu, não tinham o menor conhecimento sobre esses assuntos é realmente maravilhoso e gratificante.

Hoje vou tratar sobre uma dúvida e um assunto muito discutido em todos os lugares, a tal da previdência.

A dúvida que recebi nessa semana foi a seguinte:

Sou fisioterapeuta, me formei há um pouco mais de 1 ano, trabalho com Pilates em um estúdio, recebo porcentagem, sem registro, sou autônoma. Gostaria de saber como faço em relação a contribuição para me aposentar, como funciona licença maternidade, todas essas coisas. Então fico em duvida do que tenho que fazer para garantir meu futuro.

Se essa é sua situação também, vamos conversar?

Vamos esclarecer um ponto muuuuito importante?

A contribuição para o INSS dos profissionais liberais (fisioterapeuta e educador físico) é OBRIGATÓRIA, de acordo com a Lei 8212/1990.

A contribuição previdenciária tem natureza fiscal e o não pagamento da contribuição previdenciária pode vir a ser cobrado e executado pela Receita Federal.

Então, se você não contribui para a Previdência Social, ou seja, não paga seu INSS, você deve começar a pagar.

Para isso, basta fazer seu cadastro no site da Previdência e todo mês emitir e pagar a GPS (guia de Previdência Social).

E, atenção mulheres! Todas que contribuem com a Previdência Social tem direito a Licença Maternidade por um período de 4 meses. Para usufruir deste benefício, você deverá contribuir pelo menos, 1 mês antes da gestação. Ou seja, se você engravidar e depois começar a pagar seu INSS não terá direito ao benefício. Portanto, planejem-se!

O INSS também tem o benefício de auxílio-doença para profissionais contribuintes. Para ter direito ao auxílio-doença, o profissional liberal precisa ficar afastado mais de 15 dias de sua função, comprovado por atestado médico e perícia e ter contribuído por no mínimo 12 meses.

Para aposentadoria, não irei falar, pois com a reforma da Previdência a ser votada em breve, algumas coisas irão mudar… Então, vamos ter que aguardar. E esse assunto rendeu essa semana…

Portanto, para garantir seu futuro, você deve se planejar. Sempre digo isso…

A contribuição para o INSS é obrigatória, prevista em lei, não temos como fugir, concordando ou não com sua contribuição.

Mas, acredito que temos sempre que ter um plano B. Portanto, o planejamento é a chave de tudo.

Poupe uma parte do seu salário. Sei que você pode pensar: mas não sobra nada…

Uma vez ouvi uma frase que me marcou muito e foi a seguinte: não importa o quanto você ganha e sim quanto você gasta. Conheço muitas pessoas que sabem gastar conscientemente seu dinheiro, tem uma vida boa e não ganham fortunas, pelo contrário. E também conheço pessoas que tem altos salários e vivem endividadas… Estranho não?

Aí essa frase cai como uma luva! É simples, entendem?

Cuidado com o planejamento financeiro pessoal, não deixem isso de lado. Para garantir um futuro, deve-se cuidar muito bem do presente 😉

Espero que tenham gostado do texto e que tenha agregado alguma informação nova para você!

Até semana que vem!!!!

Luciana Ramos